Reads: Discussion Questions Chap. 4-8

versão português em baixo

Hello, everyone! I'm back with a few more discussion questions for chapter 4-8 of our book Steps to Christ. I hope you have been enjoying our reading as much as I have. It addresses so many points that I feel have been ruminating for years. I hope within the pages of our book you are finding answers, as well as new questions to think about. I would love to know some if you'd like to share below! Alrighty, on to our discussion points:
Reminder on how these work: these questions are things to look out for before reading the chapter, as well as to reflect upon after you’ve read it. They’re here to initiate discussion, so please engage! You don’t have to answer them directly. Just tell me, what do you think about one or all of these topics? What were other things that caught your attention? All opinions and questions welcome (obviously, please respect others’ opinions. This is a safe space). Chapter 4 - Confession: Question 1: Do you think that by making mercy harder to obtain we make it easier to make excuses? Question 2: What is a (or are some) sign(s) of genuine repentance? Can there be true repentance without restitution? Question 3: Do we sometimes avoid calling sin by its name in order to minimize our guilt? "It's not really a sin. That's such a harsh word. It's alright to repeat my mistake..." Thought: Genuine repentance doesn't mean automatic victory over a sin. We may fall again, but the abhorrence of that sin will still be there. Chapter 5 - Consecration: Question 1: Right at the beginning of the chapter the author says: "In giving ourselves to God, we must necessarily give up all that would separate us from Him. Hence the Saviour says, "Whosoever he be of you that forsaketh not all that he hath, he cannot be My disciple," Luke 14:33. Whatever shall draw away the heart from God must be given up," (Steps to Christ, p. 44.1) (emphasis added). She then covers a few common idols. Have we considered what is ours? Question 2: Could symptoms of relying on our own power to obey God be making lists of what Christians should or should not do in order to meet a checklist? Could another be looking at the life of others and comparing them with ourselves? Question 3: What is the interest of everyone in heaven? Chapter 6 - Faith and Acceptance: Question 1: Can you find 6 steps towards a life of faith and acceptance? (Hint: I found steps 1-5 in the 3rd paragraph and number 6 on pg. 51/52.) Question 2: What is one thing that was consistent with everyone Jesus helped while here on earth? Question 3: Is anyone too sinful for Christ to help? Favorite Quote: 
IT IS SO IF YOU BELIEVE IT.
Do not wait to feel that you are made whole, but say,
"I believe it: it is so, not because I feel it, but because God has promised."
{Steps to Christ, p.51}
Chapter 7 - The Test of Discipleship: Question 1: What are "two errors against which the children of God...especially need to guard"? Question 2:  How can we maintain a connection with Christ? Question 3: What sets faith apart from mere belief? Chapter 8 - Growing Up Into Christ: Question 1: So, how can we grow in Christ? Question 2: How essential is anxiety in this process? Question 3: How are we to be transformed? Bonus: What is the "new birth" that is so often referenced in the Bible? Ponder This: "Not all the wisdom and skill of man can produce life in the smallest object in nature. It is only through the life which God Himself has imparted, that either plant or animal can live," (Steps to Christ, p.67). Every miraculous advance by humanity is a gift from God. Whether we acknowledge Him or not. This too!: "Henceforth through the Spirit, Christ was to abide continually in the hearts of His children. Their union with Him was closer than when He was personally with them," (Steps to Christ, p. 74).  Isn't this hopeful for us who have never seen Him personally?
What did I miss?
What are your questions?
What did you discover?
Share below!
___________________________________________________________ Olá pessoal! Estou de volta com mais algumas perguntas de discussão para os capítulos 4-8 do nosso livro "Caminho a Cristo". Espero que estejam gostando da nossa leitura tanto quanto eu. Sinto que este livro aborda vários pontos que eu venho pensando sobre há anos. Espero que dentro das páginas do nosso livro você esteja encontrando respostas, bem como novas perguntas para estudar. Gostaria de saber algumas, se você quiser compartilhar abaixo. Bom, vamos então para nossas perguntas de discussão: Só lembrando pra que servem as perguntas: são coisas que me chamaram atenção. Coisas para serem observadas enquanto se lê o capítulo, como também para refletir depois de lê-lo. Elas estão aqui para iniciar a discussão, então comentem ai! Você não precisa responder todas diretamente. Apenas me diga o que você acha sobre um ou todos esses assuntos. Quais outras coisas chamaram sua atenção? Todas opiniões e perguntas são bem-vindas (obviamente, respeite as opiniões dos outros. Este é um espaço seguro). Capítulo 4 - Abra o coração a Deus: Pergunta 1: Você acha que, ao tornar a misericórdia mais difícil de obter, tornamos mais fácil a criação de desculpas para pecar? Pergunta 2: O que é um (ou são alguns) sinal(sinais) de genuíno arrependimento? Pode haver verdadeiro arrependimento sem reforma? Pergunta 3: Será que às vezes, evitamos chamar o pecado pelo seu nome para minimizar nossa culpa? "Não é realmente um pecado. Essa é uma palavra tão dura. Não tem problema repetir meu erro ..." Reflexão: O arrependimento genuíno não significa vitória automática sobre um pecado. Podemos cair novamente, mas a aborrecimento desse pecado ainda estará lá. Capítulo 5 - Consagração: Pergunta 1: No início do capítulo, a autora diz: "Entregando-nos a Deus, temos necessariamente de renunciar a tudo que dEle nos separe. Por isso diz o Salvador: “Qualquer de vós que não renuncia a tudo quanto tem não pode ser Meu discí- pulo.” Lucas 14:33. Tudo que afaste de Deus o coração, tem de ser renunciado,"(Caminho a Cristo, p. 29) (ênfase adicionada). Ela então cita alguns ídolos comuns. Já consideramos os nossos? Pergunta 2: Poderia o hábito de criar listas sobre os deveres de um cristão (com o alvo de preencher uma lista e garantir a salvação) ser um sintoma de confiar no nosso próprio poder para obedecer a Deus? Poderia outro sintoma ser olhar para a vida dos outros e compará-los com nós mesmos? Pergunta 3: Qual o interesse de todos no céu? Capítulo 6 - Um direito seu: Pergunta 1: Tente encontrar 6 passos para uma vida de fé. (Dica: Procure os passos 1-5 no terceiro parágrafo e o número 6 na página 34.) Pergunta 2: Cite algo que foi consistente com todos que Jesus ajudou enquanto aqui na Terra? Pergunta 3: Existe pecador terrível demais para que Cristo ajude? Frase preferida:
 Assim é se o credes. Não espereis até que sintais que estais curado, mas dizei: “Creioo; assim é, não porque eu o sinta, mas porque Deus o prometeu.”
{Caminho a Cristo, p.33}
Capítulo 7 - A obediência é um privilégio: Pergunta 1: Quais são "dois erros contra os quais os filhos de Deus...devem, especialmente, precaver-se."? Pergunta 2: Como podemos manter uma conexão com Cristo? Pergunta 3: O que distingue a fé da mera crença? Capítulo 8 - Crescimento em Cristo: Pergunta 1: Então, como podemos crescer em Cristo? Pergunta 2: Quão essencial é a ansiedade neste processo? Pergunta 3: Como seremos transformados? Bônus: O que significa "nascer de novo," algo frequentemente referenciado na Bíblia? Pense nisso: "Toda a Ciência e habilidade do homem não são capazes de produzir vida no menor objeto da natureza. É unicamente mediante a vida que o próprio Deus comunicou, que a planta ou o animal vivem," (Caminho a Cristo, p.43). Todo avanço milagroso pela humanidade é um presente de Deus, não importa se O reconhecemos ou não. Isso também! "Daí por diante, [75] por meio do Espírito, Cristo habitaria continuamente no coração de Seus filhos. Sua união com Ele era mais íntima do que quando estava pessoalmente com eles," (Caminho a Cristo, p. 48). Não é esperançoso para nós quem nunca O vimos pessoalmente?
O que eu esqueci de mencionar?
Quais são as suas perguntas?
O que você descobriu?
Me diz aí nos comentários!

Comments