Antes de dizer sim

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

O namoro prepara os jovens para uma vida a dois. É uma fase para que o casal se conheça melhor, visando o amadurecimento do relacionamento afetivo e juntos agradar a Deus. Nesse período decidem se vão dar um passo importante e se devem dizer as palavras que mudarão suas vidas para sempre: sim, eu aceito.

A escritora cristã Ellen White nos diz:

O homem não foi feito para habitar na solidão; ele deveria ser um ente social. Sem companhia, as belas cenas e deleitosas ocupações do Éden teriam deixado de proporcionar perfeita felicidade. Mesmo a comunhão com os anjos não poderia satisfazer seu desejo de simpatia e companhia. Ninguém havia da mesma natureza para amar e ser amado.

Cristo Justiça Nossa, pág. 11

Notemos que desde a criação foi desejo de Deus que o homem estivesse na companhia um do outro. Apesar do amor de Deus e dos anjos estarem presentes na vida de Adão, o Pai queria que ele tivesse alguém para amar como sua companheira.

Agora, como saber que passo seguir quando estamos no preparo para o casamento? Existe algo que precisamos fazer, ou apenas ir ao altar já basta?

Sem dúvida, há certos passos que irão nos ajudar a tomar essa decisão tão importante. Alguns, os casais podem trabalhar juntos, e outros, poderão ser seguidos individualmente.

1. Orem juntos

A oração é de suma importância por toda a vida do casal, entretanto, antes de se casarem é ainda mais considerável.

Se homens e mulheres têm o hábito de orar duas vezes ao dia antes de pensar no casamento, devem fazê-lo quatro vezes quando pensam em dar esse passo. O casamento é uma decisão que influenciará e afetará sua vida, tanto neste mundo como no porvir.

Ibidem, pág. 40

Não há nada mais sábio num relacionamento do que buscar auxílio dAquele que criou o primeiro casal dessa terra. Programem-se! Se acharem viável, marquem o mesmo horário para suas orações. Orem quanto ao futuro de seu relacionamento.

2. Trabalhe sua vida espiritual

Se você não consegue ou não sabe como buscar a Deus individualmente, quando precisar ajudar seu (sua) esposo (a) será ainda mais difícil. Cuidar de nossa vida espiritual ajudará a fazermos sabiamente nossas escolhas. O que sem isso, tornará difícil controlar as dificuldades que virão no matrimônio.

3. Busquem conselho dos pais

Devemos valorizar a bênção de nossos pais no relacionamento.

Se desfrutam a bênção de ter pais tementes a Deus, procurem deles conselhos. Abram-lhes suas esperanças e planos, aprendam as lições que lhes ensinaram as experiências da vida.

A ciência do bom viver, pág. 359

Deus envia conselheiros que podem nos ajudar com esta decisão tão importante. Pais tementes a Deus entendem que a vida de seus filhos deve ser em prol dAquele que nos criou, e quando estamos prestes a nos entregar ao matrimônio, os pais estão aptos a nos mostrar se esta decisão deve ir adiante.

4. Mulher, seja sábia

Antes de dizer “sim”, é crucial que a mulher se prepare para os desafios que estarão por vir. É essencial que entenda seu papel como conselheira, submissa e, principalmente, companheira.

“A mulher sábia edifica a sua casa, mas com as próprias mãos a insensata derruba a sua.”

Provérbios 14:1

Você saberá aconselhar seu marido nas horas difíceis? Estará ao seu lado quando o emprego faltar ou a riqueza cessar? Quando seu cônjuge estiver desanimado, você estará disposta a guiar os cultos matutinos e vespertinos? Estará pronta a ceder mesmo que imagine ter razão? Lutará por seu casamento quando seu marido desistir?

Querida amiga, caso você tenha respondido a todas essas perguntas duvidando de si mesma, rogo para que Deus lhe mostre o caminho que deve seguir. Que acima de tudo você esteja disposta a ouvir a voz do Pai. Lembre-se, o que Ele tem para você, é maior do que possa imaginar. Deus deseja que seu matrimônio, apesar das dificuldades que virão, seja de prosperidade. Jamais deixe de orar para ser a mulher segundo o coração de Deus, e a esposa segundo a Sua vontade.

5. Homem, seja o sacerdote

Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.

Efésios 5:28

Esposo, é desejo de Deus que você ame sua esposa assim como Cristo amou Sua igreja. Do mesmo modo que você deseja uma mulher companheira, sua futura esposa também deseja que você a ame, a respeite, e que esteja ao seu lado lhe encorajando a ser melhor. Entenda que, apesar de sua futura esposa ser forte, ela também necessitará de um abrigo em meio a tempestade.

Você estará disposto a ser a coluna principal de sua casa? Cuidará da espiritualidade de seu lar? Estará disposto a assumir a sua responsabilidade na educação de seus futuros filhos? Lutará pelo seu casamento quando sua esposa estiver desanimada?

Amigo, se com essas perguntas seu coração encheu-se de dúvidas, ore e entregue tudo nas mãos de Deus, que Ele lhe guiará seus passos. Peça a Ele para dar-lhe sabedoria ao trilhar o caminho que você e seu cônjuge estão prestes a percorrer.

6. Tenham boa comunicação

É essencial que no namoro haja uma boa comunicação. É nessa fase que exploramos o mundo do nosso cônjuge. A comunicação serve para criar intimidade, aquela cumplicidade da boa amizade, de confidência, e de companheirismo. Se isso é algo que precisa ter no relacionamento, algumas medidas devem ser tomadas. Se esse cuidado não vier antes de subirem ao altar, no casamento haverá muitas dificuldades e tempestades a enfrentar. Conversem sobre os seus gostos e desfrutem de tempo de qualidade agora. Estejam dispostos a contar seus maiores medos, seus defeitos e qualidades. Falem sobre seus sonhos e seus principais objetivos um para o outro.

Deixo com você este lembrete:

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

1 Coríntios 13:4-7

Meu desejo é que você entenda o que Deus quer para a sua vida. Que você e seu namorado, ou cônjuge, estejam prontos a entregar seu relacionamento nas mãos do Pai de amor, e que possam lembrar que amar é uma escolha que fazemos dia após dia. Que esse amor não se acabe e que ambos decidam lutar por ele. Que juntos possam tomar a decisão certa e, acima de tudo, essa decisão venha trazer Jesus para morar em seus corações e no lar que formarão.

O amor divino que procede de Cristo nunca destrói o amor humano, mas o inclui. Por ele é o amor humano refinado e apurado, elevado e enobrecido. O amor humano jamais produz seus preciosos frutos até que esteja unido com a natureza divina e treinado para crescer rumo ao Céu. Jesus deseja ver casamentos e lares felizes.

Lar adventista, pág. 100

Que Cristo seja a Coluna desse amor.

1 comentário em “Before saying “I do!””

  1. Que linda e necessária mensagem! Quem sabe se as pessoas tivessem seguido essas orientações, teríamos menos lares desfeitos né. Deus continue te usando para falar aos corações!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Girl writes in journal
The Girl Writes is a space created by women for women. Everything in a faith-based perspective. No adaptations necessary. Learn more.

Related Posts

Sofrimento, uma dádiva

Sofrimento, uma dádiva

Você já considerou o sofrimento como um presente? Estranho, não é? Mas como hoje falamos de sofrimento, espero que você venha a vê-lo também como uma bênção.

LER MAIS »
pt_BR