Fé para o embarque - um testemunho pessoal

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Vamos falar sobre sonhos? EU SONHO EM CONHECER O MUNDO. Nossa, que delícia poder falar e dividir isso com você! Sim, meu maior sonho hoje é viajar por aí, conhecer novos lugares, outras culturas, comidas cheirosas e deliciosas, arquiteturas deslumbrantes e paisagens de tirar o fôlego. Não que eu não sonhe em ter minha própria casa, uma festa de casamento toda charmosa ou me formar, mas essa é a vantagem dos sonhos: podemos ter vários deles e ir mudando a ordem das prioridades ao longo da vida.

Dito isso, o comecinho do meu sonho já está com data marcada: dia 20 de dezembro.

Agora posso contar o tamanho da minha fé? Eu comprei uma passagem para Portugal para este ano (Ah, que felicidade! Comemore comigo, por favor). Quando comprei a passagem, em março, quase todas as fronteiras estavam fechadas. Não havia data para vacinar pessoas da minha idade, o vírus estava ganhando mais força e eu não tinha todo o dinheiro. Loucura, né?

Confesso que a tristeza e o desânimo me pegaram algumas vezes. Como eu conseguiria viajar com o mundo inteiro em um tremendo caos? Mas você sabe que os planos de Deus são perfeitos. Você conhece o tamanho do nosso Deus e confia que Ele sempre nos guia para o melhor caminho quando nos permitimos ser guiados por Ele, não é? Eu sei que você sabe como é essa sensação. Você pode até estar preocupado, aflito com o futuro, mas quando você entrega tudo nas mãos dEle, pode ficar tranquilo porque sabe que Ele cuidará de tudo.

Sabe quem me ajudou a ter essa confiança em Deus? Meu pai. Quando eu falava: Pai, as fronteiras não vão abrir até lá, ele dizia: “Vai dar certo. Ainda tem muito tempo. Tenha fé.” Quando eu dizia: Pai, você viu que as coisas pioraram na Europa? Essa viagem não vai rolar, ele dizia: “Calma, as coisas já estão melhorando. Espera e você verá”.

Se meu pai, que não tinha nada a ver com a minha viagem, tinha uma fé tão grande assim, por que eu não poderia ter? Deixei a depressão de lado e fui vivendo o meu ano (meu meio ano, porque gastei alguns meses preocupada com isso.)

Agosto chegou e com ele a minha vez de tomar vacina. Estava animadíssima com a perspectiva de poder viajar! Então, imagine a minha tristeza quando fui obrigada a tomar Coronavac—vacina que não estava sendo aceita nos países Europeus. Mais um obstáculo entre mim e meu sonho.

Mas tudo mudou em setembro. Portugal abriu as fronteiras e não exige comprovação de vacina.

Não posso dizer que a minha fé fez as coisas mudarem e dar certo, mas posso dizer que essa fé me deu esperança e calma para esperar Deus agir e fazer as coisas como Ele quer. Isso é fé, acreditar nas coisas que não conseguimos ver. É acreditar que Deus nos ama tanto que é capaz de fazer sonhos se tornarem realidade. E se Ele ainda não tornou esse seu sonho real da maneira que esperávamos, é porque nos planos dEle para você, tudo será ainda melhor.

Não vejo a hora de mostrar-lhe como foi a minha viagem para Portugal, porque, se Deus quiser, ela vai acontecer. Posso contar com você para acompanhar tudo de pertinho? E Espere no Senhor que Ele cuidará de você.

Agora quero perguntar-lhe: o que eu tinha era fé ou loucura?

6 comentários em “Faith for Departure – A personal testimony”

  1. Telma Pessanha

    Obrigada Gaby, por partilhar a sua experiência de fé. Deus sabe sempre o que é o melhor para a nossa vida! Nem mesmo a fé vem de nós mesmos, é o Senhor que coloca em nós. Que o Senhor continue a abençoar a sua vida! 🙏☺️

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Girl writes in journal
The Girl Writes is a space created by women for women. Everything in a faith-based perspective. No adaptations necessary. Learn more.

Related Posts

pt_BR