Existe liberdade sem restrições?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Leitora, você acha que ser livre é viver sem restrições?

Esse é um assunto complexo. Talvez tenhamos uma ideia equivocada do que seja a liberdade verdadeira. Seguir a vida sem barreiras e restrições é a ideia do mundo pós moderno, mas o mundo não perdoará se você, num belo dia resolver ter a liberdade de assaltar um banco. Você pode? Pode. Mas não deve. Em todos os lugares existem regras da boa conduta. Isso serve para viver bem em sociedade.

Levando para o contexto espiritual, a Bíblia diz que só existem dois senhores. Se você não estiver servindo a um, servirá ao outro. Como podemos definir a liberdade a partir disso? O significado de ser livre vai muito além.

Quando a Palavra de Deus diz: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João 8:32), entendemos que viver sem o conhecimento da Bíblia é viver escravizado. Um escravo não vive para si, mas para seu senhor. Assim, se não formos livres pela Palavra de Deus, seremos escravos. E escravos de quem? De Satanás. Pesado, não é? A ideia que algumas pessoas têm é que a Bíblia escraviza. Mas vamos analisar os fatos. Entendendo um pouco da criação do homem, podemos ver que fomos criados para a glória de Deus, na criação da mente humana, obedecer a Ele era o que trazia verdadeira felicidade.

O homem era dono de si, capaz de escolher o que achava ser o melhor, e escolheu. Ao ouvir e aceitar a proposta de Satanás, entregou-se a esse poder e com isso toda a humanidade ficou presa a todas as consequências; e este senhor não é nem um pouco bonzinho. Ele promete liberdade, mas levando em consideração o que está escrito em 2 Pedro 2:19 “[…] porque de quem um homem é vencido, do mesmo é feito escravo “, pode ser que essa ideia não seja tão libertadora assim.

Quando estudamos a história do filho pródigo, conseguimos ver na vida de um jovem como nós, o desdobramento dessa verdade. O filho, achando que obedecer ao seu pai era escravidão, pediu seu dinheiro e partiu para a vida livre. Mas, descobriu que não tinha maturidade nenhuma para saber o que fazer com sua vida, e muito menos com sua liberdade.Percebeu, porém, ser escravo não só do mundo, ou das pessoas, mas dos seus impulsos controlados por Satanás. Entendeu que seu pai não era exigente e cheio de regras, mas alguém que queria o seu bem, e isso ficou comprovado quando ele voltou para casa.

Para entender a verdadeira liberdade você precisa entender esses três aspectos:

1- Ser livre no amor

O amor está relacionado com a liberdade. O mundo oferece muitos atrativos, tais como amizades, divertimentos e aceitação. Mas precisamos entender o que é o amor verdadeiro. Os dedos estarão sempre prontos a apontar e julgar a partir do momento que você não atender as exigências deles ou decide mudar de direção. Isso não é amor. Não é só Deus que tem uma lei. Os padrões de beleza, status e riqueza estão cada vez mais altos. Na sociedade, é preciso seguir as leis da aceitação para que você pense que tem um aparente sucesso. Tudo isso custa muito caro e talvez não valha a pena tanto esforço, pois o corpo também não é respeitado, acarretando até mesmo o fim das energias e saúde. Quer ser livre? Comece amando a Deus, a você e ao próximo.

2- Saber lidar com as consequências

No mundo, há a estranha ilusão de que todo ato ou decisões não trarão consequências graves. Aí está o engano. Não te contaram que existe a lei da colheita também? O inimigo não está brincando com você, e o que puder fazer para roubar sua felicidade, ele vai fazer. Cada ato gera consequências. Vemos muitos exemplos: casamentos arruinados pela paixão momentânea, doenças adquiridas por momentos de descuidos e exageros, reputações destruídas por um deslizo, e muitos outros. O mais grave, porém, é a perda da salvação. Tudo isso mostra que a brilhante expectativa de um futuro feliz se ofusca com o tempo pelas consequências das escolhas erradas.

3- Saber controlar os sentimentos

Dar vazão aos impulsos pode parecer uma coisa boa e atrativa, mas todo sentimento deve ser aprovado ou não pela razão. A partir do momento em que a emoção toma a frente, conflitos surgirão, pois não se consegue enxergar o sinal vermelho das escolhas erradas e decepções. Quando então a rainha “paixão” resolve te deixar na mão ela leva todos seus sonhos com ela. As pessoas vivem procurando mais estímulos para encontrar a felicidade, mas ela continua longe. A junção perfeita é a razão dominando os sentimentos, analisando escolhas, avaliando o que é certo e o que é errado.

Portanto, a verdadeira liberdade não é fazer tudo o que quiser como quebrar os ônibus da cidade, bater e ferir emocionalmente as pessoas ou mesmo ter vícios para fugir da realidade. Isso não é liberdade, é falta de domínio próprio, é ser escravo. Ter a capacidade de escolher e seguir qual o melhor caminho, ainda que tenha todas as possibilidades ao seu alcance, é a cereja do bolo. É controlar-se mesmo em situações adversas, escolher as atitudes que lhe farão bem. Satanás não quer que você tenha livre arbítrio, por isso escraviza através do pecado. Mas Deus nos mostrou que ser livre é seguir Suas leis, que não vamos chamar de leis, mas de um guia para alcançar a verdadeira liberdade.

Quando alguém percebe todas as desvantagens da “liberdade sem restrições” e quer mudar de direção, a frase que mais se ouve é: “você vai deixar essa vida para ser cristão?” Sua liberdade começa quando o Espírito Santo te dá a capacidade para fazer e seguir aquilo que se propôs, ainda que haja uma força te empurrando em sentido contrário. Sem Jesus essa força te vence, te tornando escravo.

Assim como Adão, hoje você pode escolher a quem quer servir. Embora não force, Jesus ficará muito feliz se você O escolher como Guia. Seu leque de possibilidades será infinito. E acima de tudo “vivam como pessoas livres, mas não usem a liberdade como desculpa para fazer o mal; vivam como servos de Deus” (1 Pedro 2:16).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Girl writes in journal
The Girl Writes is a space created by women for women. Everything in a faith-based perspective. No adaptations necessary. Learn more.

Related Posts

seis passos antes de dizer sim, aceito

Antes de dizer sim

Como nos preparamos para o casamento? Existe algo que precisamos fazer? Aqui estão seis passos para seguir para começar bem o seu casamento!

LER MAIS »
pt_BR