Amigas para sempre: mantendo as amizades

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Amizade… Aqui está um relacionamento que não queremos viver sem.

Baseando no fato que não fomos feitas para viver só, as amizades se tornam um dos vínculos mais importantes, depois da família. E apesar de trazer consigo um sentimento mágico de pertencer, de conforto e confiança, a amizade pode se desvanecer se não for cuidada. Afinal, amizades são como flores: se forem negligenciadas, murcham, mas se forem nutridas com carinho e cuidado, desabrocham.

Hoje, quero te ajudar a se reconectar com os seus amigos em cinco passos, mas antes posso só comentar uma coisa? Quando recebi a tarefa de escrever este artigo, achei simplesmente irônico! Logo eu, a moça que não para quieta no mesmo lugar por muito tempo. Mas depois pensei: “quer saber? Se tem alguém que pode falar de manter amizades, sou eu!”.

Claro que ainda tenho muito a melhorar, mas tenho certeza que as amizades que carrego comigo hoje, pelo Brasil afora, são verdadeiras. Então sem mais enrolações, vamos às dicas.

1. Conheça o valor dessa amizade

Sente em um cantinho onde não vão te achar, e se lembre de como se conheceram, dos momentos que já dividiram, e de como esta pessoa te faz sentir quando está por perto. Se ela te faz sentir bem, te dá bons conselhos ou te faz rir, é alguém que vale a pena guardar.

Agora, se no geral ela te põe mais pra baixo do que pra cima, cuidado, ela pode não ser tão digna do seu tempo quanto você goste de imaginar.

Aproveite que se lembrou de tudo isso e escreva no celular ou no papel, se você faz a linha vintage assim como eu, o porquê quer essa pessoa por perto.

Avaliação faz parte, quando se trata de cercar-se de relacionamentos saudáveis.

2. Mande um “oi” e compartilhe alguma coisa do seu dia

Não se contente em apenas lembrar dessa amizade. Transforme seus pensamentos em atitudes.

Quando sugiro compartilhar algo, saiba que não há restrição. Pode ser um acontecimento pequeno ou grande, uma piada interna, um momento em que ela te ajudou ou pode até ser uma daquelas memórias que você lembrou.

Enfim, o importante é dividir algo com ela. Amizades são feitas de troca, e se você começa dando, ela vai se sentir mais confortável em retribuir, e assim as coisas voltarão a fluir.

A comunicação nem sempre precisa ser diária, mas inicie conversas sem esperar que a outra pessoa faça isso primeiro.

3. Se conheçam mais

Imagine que essa pessoa é uma mina de pedras preciosas e, quanto mais fundo você cavar, mais preciosas são as pedras. Busque saber desde coisas superficiais, como a cor e o prato preferido, a preferência dela por livros, filmes ou séries, a coisas mais profundas como a opinião dela sobre racismo, feminismo, e eventos históricos, princípios dos quais ela não abre mão, como ela se relaciona com os pais, com quem ela tem dificuldade de estar no mesmo ambiente e linha de pensamento.

Seja humilde o suficiente para fazer perguntas e aprender com suas amigas. Todas nós temos algo para compartilhar e ensinar. Seja corajosa o suficiente para compartilhar seu coração.

4Saia das mensagens e se encontrem no mundo real

Marque de sair para uma caminhada no parque, fazer umas comprinhas, conhecer um cantinho novo da cidade, fazer uma receita divertida que você viu na internet ou tocar violão no chão da sala. Enfim qualquer coisa! Claro, algo que as duas gostam ou que pelo menos tenha o potencial de gostarem. Ah! E de preferência, sem wi-fi. Aproveite esse momento para se conectar com quem está na sua frente.

O importante é dedicar tempo para desenvolver seu relacionamento. Se realmente for impossível se encontrarem pessoalmente, ainda podem tentar fazer uma receita nova ao mesmo tempo, tocarem ou cantarem juntas, assistirem um filme etc. através do FaceTime ou Skype.

5. Seja constante

Agora vamos para o passo que mais exige de você, e deixei por último de propósito. É o seguinte: sabe por que amizades se desfazem ou simplesmente não se fortalecem? Porque é necessário consistência.

Consistência é a capacidade de repetir atitudes com coerência, em longo prazo.

Agora vamos à tradução: ser consistente nas amizades é colocar as dicas dois até quatro em prática com regularidade. É fazer da sua amizade uma prioridade. É fazer questão de mandar um oi, contar como foi seu dia, compartilhar seus segredos, sair juntas, e se conhecerem cada vez mais.

Ah! E como dica extra: esteja disposta a viver mudanças.

As pessoas mudam, as vezes de opinião, as vezes de comportamento. E tudo bem, porque você também muda. É sério! Tente se lembrar de como era dois anos atrás, que você vai concordar comigo rapidinho.

Amizades são preciosidades que deixam a vida bem mais leve e gostosa. Trabalhe nas suas para ter uma vida de qualidade, como é o desejo de Jesus para cada uma de nós.

Falando em amigas, eu encontrei a minha melhor amiga quando fiz Escola Missionária. A gente se conectou numa pizzada, quando todo mundo já tinha terminado de comer, mas a gente seguia firme, feliz da vida! E ai, me diz: como você encontrou a sua melhor amiga? Conta pra mim em um comentário abaixo! Vou amar conhecer sua história!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Girl writes in journal
The Girl Writes is a space created by women for women. Everything in a faith-based perspective. No adaptations necessary. Learn more.

Related Posts

pt_BR