Obediência, um caminho para a liberdade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

A ideia de ser livre atrai todo ser humano desde o princípio da história. Vivemos em busca de felicidade e se tem um momento em que ficamos realmente felizes é quando nos sentimos livres.

Você é livre? O que significa liberdade para você?

Quando paro e penso sobre o que é liberdade, me pergunto se é poder fazer tudo o que quero sem importar as consequências? Ou me sentir segura(o) dentro das escolhas que faço? Ou será que é simplesmente poder escolher?

Na Bíblia vemos que no princípio Eva pensou que era uma boa ideia comer do fruto da árvore proibida. Talvez ela tenha pensado que não estava sendo inteiramente livre e quis provar dessa liberdade que, supostamente, não tinha. Foi o maior exemplo de falsa liberdade jamais antes vista. A partir do momento em que Adão e Eva tomaram a liberdade de fazer a única coisa que Deus pediu para não fazer, tudo saiu do controle.

Eles ficaram confusos, perceberam que algo mudou, se viram diferentes, se assustaram, se cobriram, se esconderam… Que triste deve ter sido entender que a partir dali haveria um distanciamento entre eles e Deus, e que triste deve ter sido ter que sair da presença dEle; abandonar o lugar mais lindo e perfeito na terra para viver em uma prisão. Prisão esta que, mesmo invisível, seria fortemente sentida. Uma prisão espiritual da qual todo ser humano luta para ser libertado.

Agora em condição de pecadores, foram obrigados a aprender uma nova maneira de viver. Era certo que não morreriam naquele momento, mas morreriam algum dia. Essa foi a sentença de cada geração até os dias de hoje. Nossos primeiros pais perceberam quão caro foi o preço da falsa liberdade, mas já era tarde para voltar atrás. No entanto, havia um plano de resgate. Um plano que traria esperança de liberdade, uma promessa de ficar livres do pecado e da morte um dia, se cada alma fosse fiel. Uma esperança que alcançaria a cada um de nós. E alcançou.

Como posso encontrar a verdadeira liberdade?

Como encontrar a verdadeira liberdade? Como cristãos, já sabemos a resposta. Na obediência em Deus. Sem ele não podemos ser livres, nos tornamos escravos, debaixo da lei do pecado. Como Paulo disse:

“Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço.”

Romanos 7:15

Para sair dessa escravidão e nos distanciar da pecaminosidade, precisamos nos entregar ao Pai, nos submeter a Ele, seguir os ensinamentos básicos do manual de instruções que nos deixou. Dessa forma nos tornaremos livres! É um privilégio que o mundo não consegue entender. Dentro dessa liberdade, Deus nos dá a oportunidade de exercer o domínio próprio, de saber que tudo é licito, mas nem tudo nos convém. Não se trata de fazer só o que eu quero, mas de fazer o que é bom, verdadeiro, honesto, justo, puro e amável; assim somos livres! Nos libertamos de que? Do jugo do pecado e do mal.

Quando Deus diz não, sempre tem um motivo. É para que sejamos felizes, para nos proteger, nos ajudar e nos salvar.

Seja livre em Cristo! Obedecendo e escolhendo o caminho para a liberdade.

Foto: @gaby_anunfinishedstory

2 comentários em “Obedience: a path to freedom”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Girl writes in journal
The Girl Writes is a space created by women for women. Everything in a faith-based perspective. No adaptations necessary. Learn more.

Related Posts

O plano de Deus é maior

O sonho de Deus é maior

Às vezes, Deus diz: “Espere”, e em outras ocasiões Ele diz: “Não”. Mas, não se desespere e nem tenha medo. Nossos sonhos nem se comparam ao que Deus tem preparado.

LER MAIS »
pt_BR